Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2013

Metrovisuais

Grande parte das pessoas que trabalham ou moram em lisboa andam de metro. Pois bem, andam demetro e entrem e saiem sem dar nas vistas mas tambem nao veem nada. Alias, nem reparam nas pessoas. É quase um comportamente zombiekada, sem que esta palavra existe sequer.

Mas, pessoas como eu, muitas vezes olham com olhos de ver e acho que é aí que as coisas começam ser interessante porque há tanto para ver no Metro de Lisboa. Há tantos vertentes que me vou ficar pelo sensual, ou seja, os looks que provocam pensamentos eroticos e sensuais.

Assim, quando se olha para as pessoas percebe-se logo que essa pessoa fode ou nao, se teve sexo ou nao ou se é alguem que ha ja muito tempo ando num seco. isto é sempre interessante. As pessoas não se percebem mas todos, ou pelo menos a grande maioria, anda com uma placa na testa que diz fode, nao fode ou indiferente. Essa indiferente são casos mais complicados pois não sabemos à partida como vai ser. Muitas vezes são até faceis de convencer.

por isso boa gente, faz esse pequene exercisio divertida e vê se conseguem perceber como as pessoas são relativamente à este vertente. De grande modo aprende-se classificar as pessoas com uma palavra somente. Gay, lésbica, Bi, fode, não fode etc etc. è engraçado!

Divirtem-se! :)

sinto-me: com vontade como sempre lol
publicado por parcifal às 14:01
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

Chuva

Há quem diga que a chuva é bom para ficar mais tempo na cama, fazer mais amor e simplesmente ficar mais aninhado. Mas será mesmo assim? O que muda num dia de routina num casal quando estiver a chover? Molhamos todos, miudos para escolha, molha-se. Pendurar roupa fora para secar....nem pensar. Sujidade extras no chão em casa.Andar do autocarro para o metro, molha-se. Na hora de almoço, molha-se. Voltar para casa ao fim do dia, molha-se. No fim do dia, molhamos todos algures durante o dia menos o que gostavamos ver molhado e ser pretexto para ficar mais tempo na cama. Será que é assim?

sinto-me: bem,como sempre.
tags: , , ,
publicado por parcifal às 12:26
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 23 de Junho de 2009

para quem quer mais

Já desde sempre há diferenças nas necessidades dentro dum casal. Por mais parecidos possam parecer, há sempre diferenças substanciais que ao longo do tempo começam a crescer para depois tirar a conclusão que afinal há uma grande diferença. Normalmente estas diferenças começam quando há uma diferença de necessidade, seja ela qual for. Após notar a primeira diferença, começam a saltar do chão que nem cogumelos mais diferenças e não tarda há uma floresta enteira. Talvez afinal não eramos tão iguais. Esta diferença começou pela necessidade em sexo. será que começa sempre por aí? Sou um homem de mts necessidades e se for cmg, faria de manha, a tarde e a noite tb. sou asism e sempre fui. Depois há outras diferenças mas falo nisso numa proxima ocasião. A necessidade de sexo é dificil. Claro q ela gosta e em especial o oral que é, segunda ela me disse, o melhor que ja teve. (ja houve mais q me dizeram) Mas, isto não esta em causa. O que esta em causa é a necessidade e depois a perguna, será tão eticamente e moralmente errado de ter alguem para preencher as necessidades? A pergunta é válida porque há mts homens e mulheres por aí numa situação identica. Será tão errado de ter algo com alguem por umas horas algures no meio da semana por exemplo? Respostas sff.

bjs e abraços

tags: , ,
publicado por parcifal às 16:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
27
28


.posts recentes

. Metrovisuais

. Chuva

. para quem quer mais

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Junho 2009

.tags

. todas as tags

.favorito

. Há dias...

blogs SAPO

.subscrever feeds